Ataques à homossexuais na Russia


Na Rússia, a homossexualidade é só um acto e as pessoas podem ser castigadas ou curadas

O mundo tem acompanhado perplexo às notícias da Rússia relacionadas com a legislação que proíbe qualquer tipo de manifestação pública de homoafetividade, bem como a adoção de crianças por casais gays dentro e fora do país, além da severa repressão do governo aos protestos no país.


gays in Russia


Ou seja, qualquer marcha, pôster, parada LGBT, revista, livro, filme ou informativo sobre o assunto pode ser enquadrado como ato criminal, assim como qualquer pessoa que se identificar publicamente como sendo gay. Essa lei ‘anti-propaganda gay’, assinada em junho deste ano por Vladimir Putin, veio para ‘oficializar’ uma política anti-LGBT na Rússia, que já vem da então União Soviética que existiu entre 1922 e 1991 e que tinha políticas homofóbicas em seu regime comunista.


De acordo com uma pesquisa do Centro Levada em fevereiro de 2013 (antes da aprovação da lei) em 45 regiões da Rússia, 4% dos respondentes têm uma atitude positiva em relação aos homossexuais, 23% diz ser indiferente, 18% mostra desconfiança, 50% expressa irritação e repulsa. Um total de 85% é contra os casamentos de pessoas do mesmo sexo e de paradas gay; 80% são contra a adoção de crianças por casais homossexuais.


Vídeos e fotos revelam homossexuais sendo torturados na Rússia. Grupo defende a conversão dos gays através de tortura física e psicológica


Gays torturados rússia

Mais um capítulo triste e assustador na história LGBT da Rússia. Após a denúncia de que grupos anti-gays estariam perseguindo e torturando homossexuais no país, um site italiano reuniu alguns vídeos do Youtube que comprovam essa ação neo-nazista.

As imagens são fortes e mostram jovens sendo humilhados de forma violenta em público e em locais fechados, para onde gays são atraídos e passam por sessões de tortura.

Um dos membros do grupo extremista que não se importa em se expor é Denis Kazak. Em uma rede social russa, ele defende a conversão dos gays através de tortura psicológica, publicando fotos, textos e vídeos de seu tratamento anti-humano.

Seu objetivo é salvar as crianças das mãos dos homossexuais, como se homossexualidade fosse pedofilia. As cenas fazem qualquer ser humano se comover ao se imaginar nessa situação.

onlex1
pedro
desgaea22
alveryk80
marcosvynicios
dombrazil
andrew
rey chino
Edy